Parábola do Semeador

Certa vez, Jesus estava com seus discípulos ( o time que Ele estava treinando ), e pessoas de várias cidades vieram ao encontro dEle para ouvi-lo.  Jesus contou uma parábola.

Você se lembra o que é uma parábola?  Parábola é uma história que não aconteceu, mas que serve para ensinar uma verdade.

sower1Jesus disse que um semeador (agricultor) saiu jogando as sementes em um terreno.

Algumas sementes caíram à beira do caminho no lugar onde as pessoas passavam e as sementes foram pisadas, vieram os passarinhos e comeram tudo.

Outras sementes caíram sobre um lugar cheio de pedras, elas até nasceram, mas não havia água suficiente para crescerem.

Ainda outras caíram entre plantas cheias de espinhos que cresceram com elas e a mataram.

E outra caiu em uma terra boa, fofinha, úmida, por isso cresceram e deram uma boa colheita.

Nem mesmo o time de Jesus (os seus discípulos) entendeu a parábola e perguntaram qual era o seu significado.

Então Jesus começou a explicar, e disse:

– A semente é a palavra de Deus, que o time de Jesus precisa semear, ou seja, contar para os outros.

Na parábola, primeiro as sementes caíram onde? Caíram na beira do caminho e foram pisadas e depois comidas pelos pássaros.

Isto significa que tem pessoas que ouvem a palavra de Deus, mas vem o diabo e tira a palavra de Deus de seus corações, impedindo que elas creiam em Deus e sejam salvos.

E depois, onde caíram as sementes? Caíram em um lugar cheio de pedras e elas não puderam crescer, não havia umidade. E o que significa isso?

Significa que tem pessoas que ouvem a palavra de Deus com muita alegria, mas não tem raiz forte, e quando acontece alguma coisa triste, desistem de seguir a Jesus.

E as outras sementes, caíram onde? É mesmo, caíram entre plantas cheias de espinhos e quando cresceram foram sufocadas.

Isto significa que algumas pessoas ouvem a palavra de Deus, mas no caminho ficam preocupadas com seus problemas, com suas riquezas e com suas diversões ao invés de se preocupar em obedecer a palavra de Deus.

Mas, e as últimas caíram onde? Caíram numa terra boa, bem fofinha, úmida, onde germinou, cresceu, e deu frutos.

Significa que há pessoas que ouvem a palavra de Deus, guardam em seus corações, a obedecem e dão frutos, isto é, contam para outras pessoas sobre a palavra de Deus.

Que tipo de lugar é o seu coraçãozinho?

É um lugar como o que caíram as últimas sementes? Onde a palavra de Deus entra, você aprende, obedece e quer contar para seus amigos, parentes e vizinhos sobre ela?

Quando isso acontece você se torna parte do time de Jesus, e quanto mais você lê a bíblia, mais você é treinado para falar do amor de Deus.

Você deseja fazer parte do Time de Jesus?

Ore agora pedindo que o Senhor te ajude a fazer parte do time de Jesus e dar muitos frutos para que muitos outros também entrem para o esse grande time.

Texto: Lucas 8:5-15

Prepare-se, Jesus voltará para nos buscar

Durante todo o tempo em que Jesus esteve aqui, Ele ensinou muitas coisas através de parábolas. Uma verdade que Ele ensinou foi sobre a sua volta para nos levar juntamente com ele para o céu.

figueiraGJesus disse que deveriamos aprender um segredo com a figueira (uma árvore frutífera que produz figos). Quando a figueira fica verdinha, cheia de folhinhas novas, é sinal que o verão está chegando. Nós também precisamos prestar atenção nos sinais que estão acontecendo pois assim como a figueira demonstra que o verão está chegando, estes sinais demonstram que o tempo de Jesus voltar está chegando.

Ninguém sabe certinho nem o dia nem a hora que Jesus voltará, nem os anjos do céu, nem o próprio Jesus, só Deus, o Pai sabe. Deus quiz que fosse assim para que estivessemos sempre preparados para nos encontrar com Ele, a qualquer hora.

Você se lembra da história de Noé ? Ele começou a construir a arca e durante todo o tempo dizia para as pessoas se arrependerem de seus pecados, até que a arca ficou pronta, Noé entrou nela e o dilúvio destruiu tudo.

A volta de Jesus será assim, ninguém será avisado qual será o dia.

Na bíblia está escrito que no dia em que Jesus vier, duas pessoas poderão estar trabalhando juntas, e uma poderá ir com Jesus e a outra ficar.

Por isso é preciso ficar esperto!

Imagine o seguinte: se um ladrão pensar em roubar sua casa, será que irá avisar o dia e a hora que ele virá? Com certeza, não. E é claro que se ele fizesse isso, o papai ficaria atento vigiando, para espantá-lo assim que aparecesse e não o deixaria entrar.

Em todas essas pequenas histórias, você aprendeu uma coisa muito importante: você precisa estar sempre preparado para ir com o Senhor Jesus no dia que Ele vier te buscar. De que maneira você pode se preparar ?

Você deve convidar Jesus para morar no seu coração. Se você já fez isso, leia a bíblia todos os dias para conhecer qual é a vontade de Deus e o que você pode fazer para agradá-lo. Ore também pedindo que Ele te oriente e te ajude a não fazer coisas erradas, mas se você fizer, saiba que Jesus está sempre pronto para te perdoar.

jesus_second_comingAssim você estará sempre preparado para o dia que Jesus voltar para nos buscar.

Portanto, vigiem, porque vocês não sabem em que dia virá o seu Senhor

Mateus 24:42

Texto: Mateus 24:32-44

Parábola do filho perdido

Hoje vamos aprender mais uma parábola que Jesus contou.

Você pode me dizer o que é uma parábola ?  É uma história não acontecida, contada para ensinar uma verdade.

Jesus contou:

 “Um homem tinha dois filhos. Um dia, o filho mais novo procurou o pai e disse:

— Pai, por favor, divida seus bens e me dê agora a minha parte da herança (herança só se recebe quando o pai morre).

O Pai, mesmo triste, repartir seus bens e deu a parte do filho mais novo.

Depois de alguns dias, o filho pegou tudo o que tinha e foi embora para um lugar muito longe. Alí ele viveu fazendo muitas coisas erradas e gastando tudo o que tinha.

Ele já não tinha mais nada, e ainda houve uma grande fome naquele país. Ele não tinha dinheiro nem para comprar algo para comer.

Então, ele resolveu procurar um trabalho para ganhar algum dinheiro. Ele conseguiu um trabalho para cuidar de porcos numa fazenda.

016-prodigal-sonEle estava com tanta fome que sentia vontade de comer a comida dos porcos.

Foi neste momento que ele pensou: As pessoas que trabalham na casa de meu pai tem comida a vontade e eu aqui estou passando fome!  Vou voltar para a casa do meu pai e dizer:

— Pai, fiz muitas coisas erradas e não mereço ser chamado seu filho, me aceite em sua casa como um de seus empregados.

Então saiu dalí e voltou para a casa do pai.

Quando o rapaz ainda estava longe, o pai o viu e foi ao seu encontro, e o abraçou e o beijou.

O filho disse:

prodigal-son— Pai, fiz muitas coisas erradas e não mereço mais ser seu filho!

O pai nem esperou o filho terminar de falar, chamou um empregado, mandou trazer roupas limpas e bonitas, e ainda um anel para colocar em seu dedo, e também mandou preparar uma festa dizendo:

— Este meu filho estava morto e reviveu, estava perdido e foi achado.”

Você percebeu como essa história (parábola) parece com a nossa história ?

Nós estavamos perto do Pai, éramos bem tratados, mas nos afastamos do Pai e erramos muito, vivendo longe dEle.

Mas, nosso Pai (Deus), é muito amoroso, e nos ama tanto, tanto que apesar de todos os nossos erros, Ele nos recebe como filhos outra vez.

E sabe por que isso acontece conosco ? Porque Jesus veio, morreu na cruz e pagou todos os teus e os meus pecados, nos livrando de cada um deles.

Sabe, eu tenho mais uma grande notícia para você: O Senhor Jesus ainda vai voltar e nos levará para morar com Ele, no lugar especial que Ele preparou para todos os que creram nEle.

Pois o Filho do homem veio buscar e salvar o que estava perdido” Lucas 19:10

Texto: Lucas 15:11-24

Deus é o mesmo, ontem e hoje

Hoje vamos conversar sobre um profeta bastante conhecido. Seu nome é Jonas.

Você se lembra o que fazia um profeta?  É isso mesmo, é uma pessoa que Deus escolhia para trazer seus recados para o povo.

Pois bem, Deus falou com o profeta Jonas o seguinte:

— Prepare-se e vá à cidade de Nínive (grande cidade na Assíria), e grite por toda parte que se arrependam de seus pecados, porque não posso mais deixá-los fazer tanta maldade.

Jonas ouviu a mensagem de Deus, preparou-se, foi para o porto, e pegou um navio, mas não para Nínive, ele embarcou para a Társis.

Ei! Esta era a direção contraria de onde o profeta precisava ir para cumprir a ordem de Deus! E era isso mesmo que ele queria: ficar bem longe de Nínive.

Jonah-boatEnquanto Jonas fugia de navio, Deus mandou um vento muito forte que se formaram ondas gigantes que parecia que o navio ia se partir ao meio. Os marinheiros ficaram com muito medo e gritavam por socorro, e desesperados jogavam parte da carga no mar para o navio ficar mais leve.

Jonas tinha descido até o porão do navio e ali dormia profundamente.

Ao encontrá-lo o capitão perguntou:

— O que você faz aí dormindo? O navio está quase afundando! Ore ao seu Deus para que ele nos ajude.

Os marinheiros resolveram tirar a sorte (hoje não fazemos mais isso porque temos a bíblia e o Espírito Santo para nos ensinar o que fazer) para saber quem era o culpado daquela situação e o nome sorteado foi o de Jonas.

Então aqueles homens interrogaram Jonas:

— Quem é você? De onde você vem? O que você está fazendo aqui?

Eu sou hebreu, sirvo ao Deus criador do mar, do céu, da terra, e estou fugindo dele.

Os marinheiros ficaram ainda mais apavorados porque a tempestade piorava cada vez mais.

— O que podemos fazer com você para acalmar a tempestade? Perguntaram.

— Eu sou  o culpado. Me joguem no mar que tudo se acalmará. Respondeu Jonas

Os homens pegaram Jonas e o jogaram do navio, e no mesmo instante o mar se acalmou.

jonah2Por ordem de Deus, ao cair na água, Jonas foi engolido por um grande peixe e passou três dias e três noites na barriga do peixe.

Lá dentro do peixe Jonas se lembrou de Deus e pediu socorro.

Deus ouviu a oração do profeta e mandou que o peixe o vomitasse na praia.

Pela segunda vez Deus disse ao profeta Jonas:

— Vá à grande cidade de Nínive e diga que se arrependam de seus pecados.

Desta vez Jonas obedeceu a ordem de Deus, entrou na cidade e gritou aos ninivitas que se não se arrependessem de seus pecados a cidade seria destruída.

Todas as pessoas da cidade ouviram e se arrependeram. Fizeram jejum (ficar sem comer ou beber). Até  o rei fez jejum, e se vestiu de uma roupa simples (se humilhou tirando a coroa e a roupa de rei) e decretou que todos deveriam se arrepender de suas maldades e violências.

Deus viu que o povo se arrependeu de todo coração e decidiu não mais destruir a cidade.

Como nosso Deus é bondoso!

Apesar da desobediência de Jonas, Ele ouviu sua oração de dentro do peixe e o resgatou. O povo de Nínive que fazia tantas coisas erradas se arrependeu e Deus não os destruiu.

Deus é amoroso, mas também é justo, Ele nos dá oportunidade de voltar atrás quando erramos, Ele nos ama e quer o nosso bem.

O Deus dos tempos de Jonas  é o mesmo de hoje, com uma única diferença. Hoje temos Jesus que morreu em nosso lugar e agora está no céu com o Pai e é nosso advogado, nosso defensor diante de Deus quando erramos.

Você quer ter Jesus como teu advogado? Ele é o melhor de todos!

Se você ainda não fez isso, convide-o agora para morar no teu coração para sempre, e Ele te ajudará a fazer a vontade de Deus.

“Responde-me quando clamo,
ó Deus que me fazes justiça!
Dá-me alívio da minha angústia;
tem misericórdia de mim
e ouve a minha oração.”  Salmo 4:1

Texto: Jonas 1 a 3

Verdadeiros Adoradores

Na história anterior, nós conhecemos uma mulher que foi buscar água no poço para usar em sua casa, e lá encontrou Jesus que lhe ofereceu “água da vida”. Ele disse que se alguém beber dessa água que Ele dá, nunca mais terá sede.

Isso quer dizer que se alguém receber a Jesus como seu Salvador (por causa de seu sacrifício na cruz), esta pessoa não precisa de mais nada, porque Jesus pode dar tudo o que precisamos, amor, paz, alegria e salvação.

Apesar de estar muito feliz, aquela mulher ainda tinha algumas dúvidas, e resolveu perguntar a Jesus:

— Senhor, os nossos antepassados (pessoas que viveram antes de nós) adoravam a Deus neste monte ( Gerizim ), mas vocês, judeus, dizem que devemos adorá-lo em Jerusalém. Quem está certo?

worshipJesus olhou para ela e disse:

— Está chegando a hora, aliás, já chegou em que nem neste monte (como os samaritanos), nem em Jerusalém (como os Judeus) será preciso ir para adorar a Deus. O que importa para Deus não é o lugar, mas que O adorem em espírito e em verdade, ou seja, de todo coração. Deus está à procura de pessoas que O adorem de verdade.

Então a mulher disse:

— Eu não entendo bem tudo isso, mas sei que o Messias virá e vai explicar tudo direitinho pra gente entender.

— Eu sou o Messias, disse Jesus, você não precisa esperar mais!

Quando os discípulos de Jesus chegaram com o almoço, ficaram admirados por vê-lo falando com uma mulher e ainda daquele povo.

A mulher aproveitou a chegada dos discípulos e foi para a cidade contar a todos o que havia acontecido:  –“Venham ver um homem que sabe tudo a meu respeito, que me conhece como ninguém!  Será que Ele é o Messias?”

Muitas pessoas saíram da cidade e foram ver Jesus.

Você sabe o que é adorar a Deus?

Adorar é falar bem de Deus, falar das coisas maravilhosas que Ele já fez, e ainda fará por nós.

Expressar que Ele é bom e nos ajuda em tudo, que Ele é poderoso e não há ninguém igual a Ele, que Ele é Santo, não tem nenhum pecado (não faz nada errado). Que Ele criou todas as coisas lindas e perfeitas, que Ele é justo, tudo que ele faz é certo, que Ele mandou Jesus para ser o nosso Salvador.

Muito mais coisas podemos dizer para adorar a Deus, podemos fazer isso falando numa oração, ou cantando uma música, podemos fazer isso sozinhos no quarto ou em qualquer lugar, em casa com a família, ou juntos com a igreja (pessoas que receberam a Jesus como Salvador e se reúnem para adorá-lo). Não precisamos ter local e hora especiais para adorá-lo.

Um dia, quando Jesus nos levar para o céu, estaremos diante de Deus e de Jesus, adorando com palavras e músicas. Agora ainda estamos aqui e O adoramos sem vê-lo, mas logo estaremos bem pertinho adorando-o de todo nosso coração.

Você pode pedir para Deus te ajudar a ser um verdadeiro adorador que O adora com alegria e do fundo do teu coração. Faça isso agora!

No entanto, está chegando a hora, e de fato já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade. São estes os adoradores que o Pai procura.”

João 4:23

Texto: João 4: 20- 30

Um encontro especial

Jesus estava viajando, passando pela região de Samaria, numa cidade chamada Sicar.

Ali havia um poço (buraco fundo na terra feito para extrair água).

Naquela época as pessoas precisavam ir longe buscar água. Não era como hoje que basta abrir uma torneira.

Era mais ou menos meio dia quando Jesus parou perto deste poço para descansar, enquanto seus discípulos foram buscar algo para comer.

Jesus-Picture-Christ-Teaching-Samarian-Woman-At-The-WellEnquanto ele estava ali, chegou uma mulher samaritana para pegar água.

Jesus iniciou a seguinte conversa com ela:

— Por favor, me dê um pouco de água.

A mulher surpresa respondeu:

— Eu sou samaritana e o senhor é judeu. Como o senhor me pede água? (Judeus e samaritanos não eram amigos).

Então Jesus disse:

— Se você soubesse quem eu sou, você me pediria água e eu lhe daria água pura, água da vida.

— O senhor nem tem balde e o poço é fundo, como vai tirar essa “água da vida” ? disse a mulher.

Então Jesus lhe disse:

— Quem beber da água desse poço vai ter sede outra vez, mas quem beber da água que eu lhe der, nunca mais terá sede, porque a água que eu dou é como uma fonte dentro da pessoa. Esta fonte produz vida para sempre.

BLOG-WaW-Jesus-Pouring-Water-1Ela pediu a Jesus:

— Me dê dessa água, porque assim não preciso voltar aqui para buscar água.

— Vá chamar o seu marido. Ordenou Jesus

— Eu não tenho marido! Ela respondeu

Então disse Jesus:

— Isso é verdade. Você não tem marido, porque você já teve cinco, e o homem com quem você vive hoje não é seu marido.

— Agora eu sei que o senhor é um profeta! Respondeu ela.

Quem estava ali, diante de Jesus, era uma mulher samaritana. Por ser mulher e ainda samaritana, não deveria falar com um homem e judeu, pelos conflitos que existiam entre esses dois povos.

Jesus sabia tudo de sua vida, de seus pecados que ela teve cinco maridos e o homem com quem ela vivia não era seu marido.

Quando Jesus oferece “água da vida” para aquela mulher, ele oferece uma coisa muito especial, algo que ninguém mais pode dar.

Água da vida pode nos purificar de todo pecado, nos limpar, e também matar a sede de Deus que está no nosso coração. Não precisamos mais, procurar em outro lugar algo para satisfazer nossa sede de conhecimento, prazer, alegria.

Jesus oferece a você, a mesma coisa que ofereceu àquela mulher: uma vida nova, diferente da que você está vivendo e ainda o direito de morar um dia com Ele no céu.

Basta você reconhecer que é pecador (que você faz coisas erradas) que precisa de Jesus.

Seja qual for o seu pecado (mentira, brigas, palavrões, desobediência, egoismo), agora é hora de pedir para Jesus te limpar e te perdoar. Ele pode. Ninguém mais.

“Quem beber desta água terá sede outra vez, mas quem beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede. Pelo contrário, a água que eu lhe der se tornará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna”. João 4:13-14

Texto: João 4

Essa história ainda não acabou… aguarde a próxima semana

A soberania de Deus

Nós já sabemos que Jesus falava à muitas pessoas.

No final de uma tarde, depois de falar à uma grande multidão, Jesus pediu aos seus discípulos que o levasse para o outro lado do mar da Galiléia (O mar da Galiléia é um grande lago com 13 kilômetros de largura).

No caminho para a outra margem, uma tempestade começou a se formar. Ventos fortes começaram a soprar e ondas enormes começaram a surgir.

O barco balançava “pra lá e pra cá”, as ondas batiam fortes no barco, enchendo o barco de água.

disciples_jesus_storm_boat1Jesus estava tirando um belo cochilo na popa do barco (parte de trás do barco). Ele devia estar muuuito cansado. Falar à multidões debaixo de sol não era nada fácil!

Os discípulos que estavam morrendo de medo, desesperados, foram acordar Jesus:

“Mestre, o Senhor não está vendo que estamos afundando, e que morreremos?”

Jesus acordou, (deve ter dado uma boa espreguiçada),  repreendeu o vento e disse ao mar:

jesus-stills-storm“Acalma tempestade, fica quietinha!”

No mesmo instante o vento ficou quieto, e as ondas também se acalmaram.  Tudo se acalmou, tudo ficou sossegado, bem tranquilo.

Depois de tudo isso, Jesus disse aos discípulos:

“Por que vocês não tem fé?”

Eles não sabiam que Jesus tinha todo o poder?! Então, não deveriam ter ficado com medo. Jesus estava no barco!.

Os discípulos ficaram admirados com o que Jesus fez, e falavam uns aos outros:

“Quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem?”

Que aventura esses discípulos passaram hein?! Deve ter sido incrível ver todo esse poder!

Na bíblia está escrito que nosso Deus é onipotente. Você sabe o que quer dizer isso? Quer dizer que Ele tem todo o poder, Ele pode todas as coisas. Só Ele tem poder para acalmar uma tempestade. Só Ele tem autoridade sobre a terra. Só Ele pode perdoar pecados. Só Ele pode curar!

E nós devemos celebrar… nos alegrar, porque temos um Deus soberano, que reina sobre tudo e todos.

Vamos nos lembrar todos os dias do poder de Deus. Quando tivermos algum problema, devemos lembrar que temos um Deus que está o tempo todo perto da gente. Não precisamos ficar desesperados como os discípulos no meio da tempestade.

Se você crê nele, você está seguro!

Ele se levantou, repreendeu o vento e disse ao mar: “Aquiete-se! Acalme-se! ” O vento se aquietou, e fez-se completa bonança.” Marcos 4:39

Texto: Marcos 4:35-41

por Karen Mendonça